Smartphone e Blockchain já é uma tecnologia viável.

A HTC está desenvolvendo um smartphone com tecnologia blockchain apelidado de Exodus.

Alguns detalhes sobre esse dispositivo mostram que ele é voltado para privacidade.

Além disso, contará com uma carteira universal que suporta:

  • Bitcoin
  • Ethereum
  • Dfinity
  • Lightning Networks
  • Outros protocolos 

A empresa pretende “triplicar o número de nós do Ethereum e Bitcoin”.

Primeiramente através de suas unidades do Exodus, ao mesmo tempo em que fornece aplicativos descentralizados (DApp) para mais consumidores.

O projeto Exodus que focará na tecnologia Smartphone e Blockchain é liderado pelo recém-nomeado diretor da HTC.

Phil Chen é conhecido por ter criado o projeto de VR na HTC.

Entretanto, a HTC não é a primeira a anunciar blockchain em dispositivos móveis.

A Sirin Labs já tem uma lista de especificações Smartphone e Blockchain.

Ele é chamado de Finney, embora ainda não tenha uma data de lançamento específica.

No início deste ano havia rumores de que a Huawei também estava considerando seu próprio dispositivo.

Especialmente porque esse blockchain seria baseado no sistema da Sirin Labs.

Há também o BitVault e o Blacture que afirmam ser o primeiro celular blockchain do mundo.

No entanto, nenhum deles ainda esteja disponível.

Por enquanto a HTC está aproveitando o sucesso do Exodus.

Phil Chen disse que o celular já recebeu milhares de reservas pelo mundo.

A HTC também está considerando permitir que as pessoas comprem o telefone Exodus com criptomoedas. 

Afinal, nenhum preço foi definido ainda para o Smartphone e Blockchain. 

O celular criado pela Sirin Labs, chamado Finney custa US $ 1.000.

Phil Chen está liderando todas as iniciativas de blockchain da empresa. 

Entretanto, a ação segue a tendência recente de executivos do Facebook mudarem-se para liderar uma divisão blockchain. 

Contudo, o novo título de Chen será “diretor de descentralização”.

Empresas apostam na competitividade Smartphone e Blockchain

Empresas que estão se envolvendo em iniciativas de blockchain querem lucros.

Especialmente para entrar nesse mercado, que significa que significa se manter competitivas.

Com isso, no mundo descentralizado, algumas buscam inovar e outras estão tentando resgatar suas imagens.

A HTC demitiu uma parte significativa de sua equipe nos EUA este ano.

Contudo fundiu suas divisões de smartphones e realidade virtual.

A HTC disse que os consumidores podem se registrar no site para experimentar o Exodus no terceiro trimestre. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here