Os escândalos relacionados a contaminação de carne de porco na China, distribuição de carne de cavalo pela Europa e fraude com o algodão egípcio são alguns dos exemplo que impactam diretamente o desempenho do setor varejista, quando produtos de baixa qualidade ou defraudados são comercializados no mercado.

Os varejistas realizam transações com parceiros de cadeia de suprimentos com a ajuda de diversos documentos, contratos e transferências de ativos mantidos por seus stakeholders. Essas transações são tradicionalmente mediadas por instituições como bancos. Procedimentos estes que frequentemente são taxados de desconfiança de ineficiências.

LEIA TAMBÉM:

Nesse aspecto, a tecnologia blockchain resolve esses desafios, fornecendo autenticidade à cadeia de suprimentos. O potencial do blockchain para resolver os impasses da cadeia de suprimentos se concentram em três principais áreas:

  1. PROVENIÊNCIA – Tanto o varejista quanto o cliente podem rastrear todo o ciclo de vida do produto ao longo da cadeia de suprimentos.
  2. CONTRATOS INTELIGENTES – As transações entre parceiros distintos, até então propensas a atrasos  e erros, podem ser automatizados para obter mais eficiência.
  3. BASE DA IOT (INTERNET OF THINGS) – Oferece suporte às redes de baixa potência para dispositivos IoT, reduzindo as necessidades de um servidor central, ao mesmo tempo que aprimora a confiabilidade de dados do sensor.

A tecnologia blockchain pode transformar o curso da cadeia de fornecimento varejista, interrompendo a maneira como produzimos, movimentamos e consumimos nossos produtos. Essa nova adesão possibilita aos varejistas vantagens como:

  • Adaptação ágil às mudanças regulatórias de serialização;
  • Combate à falsificação e observância às práticas de fabricação;
  • Mapeamento de lote específico de produtos quando houver alerta de contaminação ou detecção de defeitos;
  • Facilidade de relacionamento com fornecedores;
  • Agilidade em observar verificações regulatórias e auditorias.

A promissora tecnologia blockchain está em fase exploratória e, enquanto você realiza a leitura desse artigo, ele continua a evoluir. Aplicando-o em suas atividades, os varejistas podem otimizar suas cadeias de suprimentos, com eficiência operacional, agregando valor à marca e proporcionando uma experiência ao cliente significativamente agradável.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here